Ir para o conteúdo principal

National Stock Exchange of India Ltd.

Entregando velocidade e eficiência nas operações de recuperação de desastres com automação    

A NSE, sediada em Mumbai, é a principal bolsa de valores da Índia. Fundada em 1992 como a primeira bolsa eletrônica desmutualizada do país, a NSE continuou a ser pioneira ao longo de sua história: em 1994, foi a primeira bolsa na Índia a fornecer um sistema de negociação eletrônica baseada em tela totalmente automatizado e, em 2000, ofereceu a primeira negociação pela internet na Índia. A NSE tem uma capitalização de mercado total de mais de US$ 2,27 trilhões, tornando-a a 11ª maior bolsa de valores do mundo.

Desafio de negócios

Diante de um processo extremamente manual que dependia de especialistas e demorava várias horas para que um data center fizesse a transição, a National Stock Exchange of India Ltd. (NSE) buscou a ferramenta certa para automatizar suas operações de recuperação de desastres.

Transformação

Como principal bolsa de valores da Índia, a NSE precisava permanecer disponível, mesmo na ocorrência de um desastre. Ao trabalhar com a Kyndryl™, antiga IBM Infrastructure Services, e implementar a solução Kyndryl Resiliency Orchestration para recuperação de desastres, a NSE reduziu seu tempo de switchover em 80%, diminuindo a necessidade de intervenção manual e potenciais erros humanos.

Resultados

Redução de 80% no tempo de switchover, de horas para minutos

Implementação de uma maneira mais simples e rápida de exercícios de recuperação de desastres

Menos dependência de recursos altamente qualificados e caros para a execução de exercícios de recuperação de desastres

Enfrentando os desafios dos riscos e ameaças modernas

Desde sua fundação, em 1994, como a primeira bolsa de valores totalmente eletrônica da Índia, a NSE sempre investiu fortemente em tecnologia. A NSE Infotech Services lidera a transformação digital contínua da bolsa, enquanto mantém seus sistemas de TI sempre disponíveis para evitar interrupções nos negócios.

De acordo com GM Shenoy, CTO da NSE, a interrupção dos negócios pode assumir algumas formas: "Pode ser um ataque cibernético. Podem ser interrupções nos próprios sistemas de TI. Portanto, uma resiliência abrangente, o que significa que nosso negócio continua a operar mesmo com incidentes cibernéticos ou outros, é crítica para a NSE."

Por garantir essa disponibilidade, a NSE realiza testes de recuperação de desastres mensalmente e simula a transição de seu site principal em Mumbai para um site backup em Chennai a cada seis meses. Seu objetivo do tempo de recuperação (RTO) era de quatro horas. Isso significa que durante o exercício, o ambiente podia ficar offline por esse período de tempo. "Cerca de um ano atrás, começamos a pensar que, embora um RTO de três a quatro horas fosse suficiente no que diz respeito às regulamentações, precisávamos de uma maneira mais rápida de concluir a transição do sistema de trading para o site backup", conta Shenoy.

Os exercícios de recuperação realizados na época dependiam muito de técnicos altamente qualificados para alternar manualmente os sistemas físicos e virtuais da NSE para o site backup em Chennai. O processo era lento e complicado e, de acordo com Shenoy, às vezes se perdiam etapas importantes do processo, acarretando uma falta geral de eficiência.

"Nossos primeiros clientes são as unidades de negócios da NSE, e essas unidades de negócios sofreram atrasos e interrupções", afirma Shenoy.  "Precisávamos encontrar uma nova solução para nos ajudar a automatizar o processo de recuperação de desastres, para que pudéssemos continuar a servir as unidades de negócios internas, bem como o corretor externo e toda a comunidade de trading."

Automação das operações de recuperação de desastres

A NSE trabalhou com o Kyndryl Business Resiliency Services para implementar uma solução automatizada de orquestração de resiliência de recuperação de desastres para aplicações críticas.

A solução automatizada foi projetada para reduzir o tempo de transição e fornecer uma recuperação de desastres simplificada e previsível para melhorar os serviços de negócios. A equipe da Kyndryl criou fluxos de trabalho personalizados usando a biblioteca de automação de recuperação da solução. Foram criados ainda fluxos de trabalho personalizados usando a biblioteca de automação, baseando a solução em nuvem, o ideal para um ambiente híbrido ou multicloud como o da NSE.

A equipe da Kyndryl fez a implementação da solução em fases. A primeira fase avaliou o sistema de gerenciamento de risco (RISK) e as aplicações de conexão com a NSE (C2N). As fases seguintes incluíram aplicações como Index, Information Feed, Currency Feed and Surveillance (IICS), Clearing and Settlement (CNS) e aplicações corporativas, de terceiros e outras diretamente relacionadas a operação de trading. A NSE atualizou de serviços de implementação para suporte a serviços gerenciados até 2022, após expandir o escopo da solução.

A solução de orquestração de resiliência automatizou os exercícios de recuperação de desastres, diminuindo potenciais erros humanos e o esforço, ao mesmo tempo em que garantiu que as atividades de recuperação fossem realizadas dentro dos SLAs definidos pela NSE. A empresa agora pode conduzir facilmente seus exercícios mensais e semestrais, incluindo a alternância do data center principal para o site backup em Chennai, sem grande impacto nas operações internas ou serviços externos.  

Tornando a recuperação de desastres "business as usual"       

Ao implementar a solução de orquestração de resiliência, a NSE percebeu uma redução de 80% nos tempos de transição e retorno. "Quando usamos a ferramenta da [Kyndryl] pela primeira vez, o tempo já caiu para cerca de uma hora", diz Shenoy. “Agora que implementamos com sucesso toda a atividade de recuperação de desastres do sistema de negociação, notamos um avanço para apenas 40 minutos”.

E a economia de tempo tem sido consistente ao longo do tempo. "Não apenas implementamos e testamos, agora usamos mensalmente em cada simulação, para estarmos prontos em caso de necessidade", diz Shenoy. A NSE obteve uma taxa de sucesso de 100% em seus exercícios mensais. Além disso, a solução funcionou bem durante os principais exercícios de transição da NSE para o site backup. Shenoy explica: “A cada seis meses, quando conduzimos uma transição planejada para nossa unidade de Chennai, garantimos que toda a transição seja feita com a ferramenta de orquestração da [Kyndryl]. Isso significa que executamos o mercado a partir de Chennai usando a ferramenta”.

A solução também reduziu o esforço humano necessário para o processo, graças aos fluxos de trabalho automatizados e inteligentes, que aceleram o processo, reduzindo a intervenção humana e potenciais erros. Isso permite que os especialistas de TI concentrem suas habilidades nas necessidades urgentes da recuperação durante o tempo de inatividade. Shenoy afirma: "Minha equipe de tecnologia está confortável com o fato de que a ferramenta será executada e trará os melhores resultados no menor tempo possível." Com automação, os exercícios de recuperação de desastres podem ser iniciados com o simples apertar de um botão - pela pessoa certa, é claro. Anteriormente, equipes completas de especialistas precisavam estar de prontidão antes que a NSE pudesse iniciar as simulações.

Shenoy comenta que seus clientes internos e externos estão satisfeitos. "A implementação beneficiou a organização deles, principalmente a parte comercial", diz ele, sobre as unidades de negócios internas. "Eles estão felizes não apenas porque as interrupções e atrasos foram resolvidos, mas também porque o processo geral se tornou muito mais eficiente." Ele acrescenta: "Para a comunidade de corretores e investidores, é uma atividade totalmente transparente. Para eles, uma mudança total é apenas mais um dia normal no mercado. Estão satisfeitos que isso seja business as usual".

Shenoy tem grande confiança na ferramenta. "Se você me perguntar se estaremos confortáveis se um desastre acontecer, eu diria que estaríamos prontos para isso." diz ele. "Todos os nossos testes, seja os mensais em ambientes simulados, ou semestrais, com a alternância dos ambientes, têm sido um sucesso". E realizamos exercícios de transição a cada seis meses. Nós o testamos com sucesso."